Seu catálogo de produtos é seu melhor vendedor, mas para que o conteúdo consiga atrair mais visitantes e aumentar as vendas da sua loja virtualé preciso acrescentar detalhes importantes para fazer a diferença frente a concorrência, ou seja, otimizar o seu cadastro de produtos.

Listamos os passos que vão te ajudar a otimizar seus produtos e ranquear melhor nos buscadores, porém é notório, que quando fazemos algo sem saber o motivo, não empregamos a mesma determinação na tarefa.

Vamos então, primeiro entender por que é importante otimizar o cadastro de produtos do seu e-commerce.

Critérios importantes de ranqueamento no Google

Embora nosso foco aqui seja a construção de conteúdo e ele seja um fator vital em qualquer estratégia de vendas, é importante que você entenda que existem outros fatores que também interferem no seu resultado:

  • Velocidade de carregamento do site: você pode descobrir agora, de forma gratuita, através do Page Speed Insights, como está a velocidade da sua loja virtual, tanto no mobile quanto no dekstop;
  • Uso de dados estruturados: permite que seus resultados sejam exibidos de forma mais atraente no buscador;
  • Tempo de permanência do visitante no site: mostra para o Google que seus visitantes estão gostando do conteúdo e que por isso ele é relevante;
  • Responsividade: quando sua loja virtual está, não somente adaptada, mas BEM ADAPTADA, a todos os disposivos (desktop, celular, tablet, TV);
  • Sitemap ou Mapa do site;
  • Backlinks: junto com o conteúdo, os backlinks são um dos fatores mais importantes de ranqueamento.

Como disse, nosso foco não são os outros fatores de ranqueamento, existem mais de 200 fatores conhecidos, muitos deles são puramente técnicos.

Além de dominar a construção de um bom e otimizado catálogo de produtos, recomendo que preste muita atenção na velocidade do site e também se aprofunde um em backlinks.

Fuja da tentação de copiar e colar

Copiar o conteúdo do fornecedor para usar nos cadastros dos produtos da sua loja virtual é uma prática comum, rápida e ineficiente, afinal se o seu conteúdo é igual ao de muitos outros, não é isto que será decisivo para o seu posicionamento nos resultados de busca.

Ao fazer um conteúdo original, você já estará despontando na frente dos seus concorrentes, já que muitos ainda copiam o mesmo texto de fornecedores e concorrentes.

Você nem precisa acreditar em mim, basta fazer qualquer pesquisa no Google e entrar acessar os resultados para comprovar o que estou dizendo.

Evidentemente não se pode evitar de copiar informações técnicas, mas resumos do produto, descrições de apresentação e esclarecimento de dúvidas, são grandes oportunidades para você escrever um conteúdo original.

O que é conteúdo duplicado?
Quando duas ou mais páginas contém as mesmas informações, o Google entende isto como
conteúdo duplicado e o valor da sua página no ranking do buscador será dividido com estes sites de mesmo conteúdo.

Explicando o que é conteúdo duplicado

“Mas o que devo fazer, inventar informações? Por que perder tempo tentando reinventar a roda se já tem tudo pronto?”

É exatamente este tipo de pergunta que pode impedir o crescimento do seu e-commerce, por isso é importante entender porquê otimizar o cadastro de produtos da sua loja virtual.

 

1. Otimizar o cadastro de produtos gera resultados duradouros

Campanhas patrocinadas geram resultados enquanto você está pagando, um catálogo otimizado pode gerar resultados durantes meses ou anos, depois de concluída a otimização do cadastro de produtos.

Sem um bom conteúdo, uma loja online tem muito mais dificuldade de trazer um bom tráfego orgânico, então o caminho é anunciar seus produtos para obter acessos.

Além disso, quando a página do seu produto, esclarece todas as dúvidas do seu visitante, exibe imagens de qualidade, dá informações que ele não encontra em nenhum outro lugar, as chances de você efetuar vendas aumenta consideravelmente.

Existem N fatores que levam alguém a comprar ou não, recentemente listei 23 fatores importantes para sua loja virtual vender mais, que você pode conferir em um infográfico que exibe uma checklist.

 

2. Redução drástica de investimento em anúncios

Quando uma loja online recém é publicada, investir em anúncios é um caminho necessário.

A longo prazo o mais recomendável é casar as estratégias de campanhas patrocinadas e tráfego orgânico, quanto melhor ranqueada nos buscadores sua loja virtual estiver, menos dinheiro você vai precisar gastar em anúncios.

Assim, anunciar no Google ADS ou em outros canais, pode fazer parte da sua estratégia de marketing, mas é importante isto estar previsto no seu orçamento.

Quando se trata de trazer acessos, os anúncios têm um grande problema, eles param de aparecer quando você para de pagar (incrível, não?), por isso, mais uma vez a importância de otimizar o cadastro de produtos.

 

3. O cliente permanece mais tempo no seu site e engaja mais

Sites de busca, como o Google, estão sempre pensando na melhor experiência do seu próprio público, por isso visam colocar nas primeiras posições, os sites que os visitantes mais gostam. Mas como o Google sabe disso?

Ele entende que, quando as pessoas passam muito tempo dentro de um site, elas estão gostando do conteúdo. E quando navegam da página em que estão para outras páginas do mesmo site, é porque querem continuar com a experiência.

 

4. Produtos com títulos completos e padronizados

Por que títulos completos ajudam?

  • Com mais palavras-chaves você terá mais chances de ser encontrado (o óbvio precisa ser dito);
  • Mais keywords, gera menos concorrentesPor exemplo, imagine que você venda bandejas de prata: veja na imagem abaixo que quanto mais específico o título, menor a concorrência.

Conforme um título de produto é específico a concorrência vai diminuindo.

Mesmo que seu cliente comece a busca por “bandeja de prata, ele vai acabar refinando a busca inserindo mais termos, seja dentro do Google ou dentro da sua loja virtual.

Por que títulos padronizados ajudam?
Quando o título dos seus produtos segue uma lógica, seu visitante passa a entender melhor como deve pesquisar as informações dentro do seu site.

Evite criar também um padrão de títulos muito diferente do mercado, sua atenção deve ser sempre em como as pessoas fazem suas buscas.

 

5. Descrições exclusivas e envolventes

No começo deste artigo falei sobre o problema tradicional de copiar e colar o conteúdo da concorrência ou do fornecedor. Afinal, para o seu resultado ser diferente o conteúdo também precisa ser.

Certamente é muito mais rápido e fácil copiar o conteúdo de algum lugar, diria até que, quando se tem muito trabalho e pouco tempo, este é um procedimento bem tentador😈.

Porém, em seguida o conteúdo copiado vai cobrar o preço 💸, que é a geração insuficiente de tráfego da sua loja online🕸.

Veja abaixo o exemplo de um mesmo produto em duas lojas distintas, em uma o título e a descrição estão otimizados e na outra não.

Cadastramento de produtos otimizados em lojas virtuais

 

6. Maiores chances do seu produto vender

Falar de uma página otimizada de produto, é falar de uma página bem apresentada, envolvente e completa, é falar de uma página de produto vendedora.

Produtos com fotos ruins não cativam o cliente, descrições incompletas deixam dúvidas e fazem o visitante buscar respostas em outro lugar, títulos incompletos e desorganizados não induzem ao clique.

 

7. Uma única página bem otimizada virá a porta de entrada para todo o seu e-commerce

Otimize seus melhores produtos ou com os melhores preços, ou com os produtos mais requisitados do seu mercado. Se o seu novo visitante gostar do seu produto, é natural que ele pense que sua loja oferece outras boas opções.

E lembre-se: Você não precisa otimizar tudo de uma só vez!

 

Como você pode otimizar seu catálogo de produtos

Agora que você já entendeu a importância de otimizar seus produtos, a pergunta que fica é, como fazer isso?

Para produzir um conteúdo diferenciado, existem dois caminhos, ou você faz, ou alguém faz pra você, vejamos eles.

Produção interna

Defina alguém da sua equipe para a tarefa ou faça você mesmo. O responsável vai precisar de alguns conhecimentos técnicos para chegar no diferencial que exaltei até aqui.

Para facilitar o entendimento, farei aqui um passo a passo:

1) Descubra qual ou quais palavras vão trazer acesso para sua loja virtual;

2) Capriche na composição do título do seu produto;

3) Crie uma descrição original para seus produtos, neste link tem um artigo que escrevi sobre como você pode chegar a um resultado original;

4) Use imagens que tenham: boa resolução, dimensões que preencham toda a tela e que não sejam muito pesadas (é possível ter imagens leves e de qualidade);

5) Use imagens em meio ao texto, explico isso melhor no item imagens ambientadas, do artigo que está no link;

6) Sempre que possível, use vídeos;

7) Aqui um item mais avançado que não tem a ver com o cadastramento de produtos, mas que acaba sendo importante no nosso objetivo de manter o cliente dentro do nosso site, veja como está a navegabilidade da sua loja: como uma boa navegação pode melhorar os resultados do seu e-commerce.

 

Contratar serviço terceirizado

Sim, este é o momento do artigo em que digo que a FastCompras oferece este serviço 🙂 e se você quiser saber mais é só clicar em CADASTRAMENTO OTIMIZADO DE PRODUTO PARA LOJAS VIRTUAIS.

Considere bem qual o caso mais adequado para você. Quem tem um conhecimento ao menos médio de SEO e um número relativamente baixo de produtos, talvez o melhor caminho seja fazer este trabalho internamente.

Para quem possui um alto volume de produtos a serem otimizados ou não tem muito conhecimento em SEO, contratar mão-de-obra especializada pode ser o melhor caminho.

Quando se faz tudo internamente você precisa dos seguintes atributos:

Conhecimento + seu tempo ou tempo e salário de um funcionário + gestão do trabalho.

Ou seja, tem custo sim fazer internamente. 

Ao delegar este serviço para uma agência, você não precisa gerenciar este trabalho e não sobrecarrega sua equipe.

Um freelancer, que venha de uma indicação confiável, pode ser uma opção também.

 

Minha loja online será encontrada apenas através de tráfego orgânico?

Não, existem outros caminhos de divulgação, avalie como seu público se comporta quando quer encontrar seus produtos.

Na maioria dos casos o Google é o caminho mais indicado, mas outras mídias podem reforçar sua divulgação. Citarei aqui as digitais, deixando de lado mídias tradicionais, como rádio, TV, revistas e jornais, por exemplo.

  • Tráfego orgânico: sua página de produtos e/ou blog bem posicionados no Google;

     

  • Anúncios: Google ADS, Facebook ADS e comparadores de preços, como Google Shopping, Buscapé, Bondfaro, Zoom, Jácotei, etc;

     

  • Perfil no Instagram, Facebook ou Twitter: indicado para quem tem um perfil bombando, como o case da Sexy Vinte e Oito;

     

  • Marketplaces: visibilidade alta, margem de lucro baixa;

     

  • E-mail marketing: estratégia complementar, mas essencial. Indicado para quem já possui uma boa base de leads que compraram com você ou se cadastraram na sua newsletter;

     

  • Influenciadores digitais: pode ser uma boa estratégia, dependendo do seu produto e público.

     

Nós nunca paramos

Em tudo na vida moderna, nunca paramos de estudar, de nos aprimorar, de nos adaptar ou de evoluir. Quem fica parado por muito tempo acaba ficando para trás.

Sua loja virtual não é diferente, por isso você sempre deve aprimorá-la e divulgá-la. 

Adote uma estratégia de divulgação, melhorando seu cadastro de produtos não é tudo, mas é a base para voos mais altos.

Um grande abraço,
Fábio Steinert,
Marketing FastCompras

 

Acompanhe-nos no Facebook