O cargo de gerente de e-commerce foi criado para atender demandas específicas do canal Internet e as empresas estão sedentas em busca dos gerentes de e-commerce, mas esses profissionais ainda representam uma pequena fatia no mercado. Para os que se encaixam nos requisitos do cargo, ou para quem deseja se especializar na área, emprego não vai faltar. Conforme pesquisa realizada pelo PROFUTURO (Programa de Estudos do Futuro) a profissão de gerente de e-commerce esta em terceiro lugar entre as seis carreiras mais promissoras e que se consolidarão nos próximos 10 anos.
O mercado eletrônico em função do grande crescimento (em média 40% ao ano) esta bastante aquecido e ainda muito carente de profissionais que agreguem bagagem e as competências necessárias para assumirem essa função. E há uma grande demanda, pois cada vez mais empresas querem vender seus produtos pela internet e mesmo quem já vende, quer aumentar a sua participação.
Entre os motivos pelos quais se faz necessária a contratação do recém-surgido gerente de e-commerce destacam-se as seguintes necessidades:
1-O lojista que não é da área, montou a loja , mas esta sem tempo para administrá-la. Afinal a loja esta ali, mas precisa de alguém que saiba o que fazer para obter resultados esperados pelo empreendedor virtual.
2-A loja precisa ser atualizada com freqüência: cadastramento de novas categorias e novos produtos, atualização dos banners promocionais , elaboração etc.
3- O lojista deseja profissionalizar seu negócio digital e necessita alguém para gerenciar campanhas de webmarketing, publicidade e comunicação digital.
4- O lojista montou a loja , mas esta prestes a desistir. Não vende nada e não sabe o que fazer.
Sendo assim o gerente de e-commerce torna-se figura essencial para o desenvolvimento do negócio eletrônico que se faz através através da loja virtual.
O gerente de e-commerce deve ter experiência para planejar e executar um projeto desde a escolha da plataforma, da integração com sistemas de retaguarda, estoque, parceiros logísticos, políticas de troca, gestão comercial e gestão de marketing e publicidade on-line.
Conhecer varejo, os produtos vendidos na loja virtual, a psicologia de venda, navegação, webdesign , logística, finanças, atendimento aos clientes e tecnologia entre outros, fazem parte da visão multidisciplinar (entender de tudo um pouco) e dos conhecimentos exigidos para que o gestor de e-commerce consiga transitar habilmente entre esses diferentes universos.
A melhor definição para um bom gerente de e-commerce é a de que ele deva ter os pés em tecnologia, ame a mídia digital e adore colocar a mão na massa. Poderia ser comparado com um pato que pode correr, nadar e voar, mas deve fazer tudo muito bem feito, pois cuidar dessa área é fundamental para o sucesso do negócio digital.

Acompanhe-nos no Facebook