Seu site está pronto para o mobile?

Ao navegar em seu celular é bem provável que você já tenha entrado em algum site onde foi necessário ampliar a tela para ler um texto ou conseguir clicar em algum link. Se você fez isso, muito provavelmente este não era um site responsivo. Embora seja possível navegar por um site assim ele certamente não foi pensado para uma boa e prática navegação em um celular.

Um site pronto para mobile, também chamado de site responsivo, é um site que se adapta a qualquer dispositivo e resolução. Adaptar-se a um dispositivo, significa, entre outras coisas, manter o texto legível, imagens ajustáveis e os links a uma distância em que estes não se sobreponham um ao outro, ou seja, quando seu dedo tocar o dispositivo, ele deverá acessar apenas um link  e não dois ao mesmo tempo. Isso é bem diferente de um site que apenas “encolhe” por inteiro para caber na tela do seu celular.

Porque é tão importante ter um site responsivo?

Das buscas feitas no Google hoje, mais de 50% são feitas através de celulares e tablets e por esta razão desde 21 de abril de 2015 o Google mudou seu algoritmo de buscas para priorizar quem preparou seu site tanto para desktops quanto para dispositivos mobile.

Assim devemos considerar:

  • O site responsivo leva vantagem ao não responsivo nas buscas feitas pelos dispositivos mobile, embora não se deva desconsiderar os outros fatores de ranqueamento;
  • O acesso mobile é uma tendência, e a cada dia mais concorrente seus também estão se tornando “mobile friendly”. Não fique para trás!
  • Se o Google acha que um site responsivo é melhor para seus usuários ele não está errado, afinal precisar dar zoom para ler textos, inverter a posição do seu aparelho de vertical para horizontal, ficar catando links no site é bem incomodo e pode levar o seu usuário a abandonar seu site. Então, mesmo que ele encontre você, não vai querer ficar por muito tempo no seu site.

 

Como sei se meu site é responsivo?

Isso é bem simples, basta fazer uma busca pelo seu site no celular, o retorno da busca deverá trazer no resultado “para mobile”, como na imagem abaixo:

Para mobile

O Google também disponibiliza uma ferramenta de mobile friendly, onde é possível verificar se seu site está pronto para os dispositivos móveis, além de gerar um relatório do que precisa ser melhorado.

Se você já tem um site responsivo então agora pode focar em um diferencial, como o conteúdo do seu site e campanhas de marketing digital. Se ainda não é então comece agora sua atualização, pois ser responsivo não é diferencial é pré-requisito. Ainda tem dúvidas? Entre em contato com a  FastCompras e converse com um dos nossos especialistas.

Prepare-se para o Black Friday!

No início do ano a FastCompras disponibilizou, o CALENDÁRIO COMERCIAL DE 2014, com as principais datas comerciais e as datas ideais para começar a pensar nas ações promocionais para cada uma delas. Estamos sempre antenados e em sintonia com o mercado e as tecnologias de ponta do e-commerce mundial. O Black Friday já é uma das datas mais importantes do calendário comercial e já virou tradição, principalmente para os varejistas do comércio eletrônico, a data já esperada pelos consumidores de todo o mundo, e no Brasil não é diferente.Neste ano de 2014, o grande dia é 28 de novembro, a última sexta feira do mês, e para muitas lojas virtuais e físicas o Black Friday já começou, outras já estão preparando suas promoções.Black-Friday-Line

O faturamento do varejo eletrônico na data, subiu de R$ 21 milhões em 2010, para 424 milhões em 2013, tendo uma alta de mais de 1000% nos últimos 4 anos, e a expectativa para 2014 é de um faturamento acima de R$ 700 milhões. No ano passado, o varejo eletrônico recebeu mais de 1,9 bilhões de pedidos na Black Friday. O ticket médio do consumidor foi de R$ 437, quase o dobro do gasto em dias normais no e-commerce.

Para aderir ao Black Friday a empresa precisa também assinar o Código de Ética do evento, onde garantem que não farão “maquiagem de preços”, oferecendo falsos descontos ao consumidor. A estimativa é de um crescimento de 20% no número de lojas que farão a adesão ao programa, chegando a aproximadamente 150 lojas.