chartO hábito de compra em e-commerce atraiu 61% dos internautas brasileiros no primeiro semestre de 2013 segundo o Ibope. O segmento está crescendo também devido a mobilidade no país.

“Dispositivos como smartphones e tablets já representam 65% e 34%, respectivamente, dos aparelhos utilizados para busca de informações sobre produtos e serviços de comércio eletrônico no país”, explica Alexandre Crivellaro, diretor executivo do Ibope e-commerce.

Os sites de lojas de varejo foram os que atraíram por mais tempo os internautas, com um tempo médio de visita de 59 minutos.

No primeiro semestre do ano, os setores que mais venderam produtos pela internet foram: cultura com 26%, vestuário e calçados com 15% e informática com 23%.

O ticket médio dos usuários foi de R$ 1.263, resultando no maior índice de faturamento do setor eletrônico, com 23%.

Dessa forma, os homens foram responsáveis por 51% das transações no período. Em relação à faixa etária, 62% dos consumidores têm entre 15 e 34 anos.

Além disso, as classes A e B foram as responsáveis por 64% das compras na rede.

Tais dados marcaram o início dos trabalhos do Ibope e-commerce, que irá acompanhar o comportamento dos internautas durante o processo de busca, análise de alternativas e decisão de compra.

As informações são disponibilizadas online aos clientes do novo grupo do Ibope por meio da solução E-tail Report.

“A ferramenta utiliza uma metodologia de painel para monitorar as maiores lojas de comércio eletrônico do Brasil. A ferramenta permite a geração de relatórios analíticos, planejamento estratégico de investimentos e, por consequência, o aumento das vendas no segmento”, conta Crivellaro.

Fonte: Baguete

Acompanhe-nos no Facebook