Estima-se que no ano de 2015 o Brasil ocupe a quarta colocação no mercado mundial de e-commerce, atualmente se encontra em sétimo lugar entre os dez, com maior potencial de vendas pela web, atrás dos Estados Unidos, China, Japão, Alemanha, Reino Unido e França. Esta projeção de crescimento é baseado nas crises mundiais, dos Estados Unidos e União Europeia.

A melhoria do desempenho do Brasil em e-commerce é uma estimativa do T-Index 2015, índice estatístico que indica a participação das vendas online de cada país no mercado mundial, associando a população na internet ao PIB estimado.
Segundo as estimativas T-Index 2015, os EUA que está na primeira colocação em vendas virtuais com participação de 24,4%, será desbancada nos próximos quatro anos pela China.
O mercado chinês é responsável por uma fatia de 11,5% do e-commerce mundial, em 2015 está fatia aumentará e eles serão responsáveis por 18,8% dos negócios na web, enquanto a fatia dos os EUA será reduzida para 16,8%.

Em suas previsões o T-Index 2015 aponta que o mercado brasileiro ocupará a quarta posição em quatro anos, com a queda dos EUA, Alemanha e Reino Unido. A Rússia deve subir da oitava para a sexta posição com uma variação de mais 27,5%. A França desce um lugar, com uma variação negativa de 2,9%.
O cálculo da projeção supõe uma tendência de crescimento linear do e-commerce para todos os países. Se a China mantiver a taxa de aumento que apresentou desde 2005 até 2009, pode superar os Estados Unidos em 2015.
No entanto, confrontando os dados de 2005 a 2009 com os dos últimos dois anos, a tendência da China parece sofrer uma leve queda que pode influenciar a projeção para 2015.

Devido esta projeção realizada, não há dúvidas que a solução para seu negócio está nas lojas online. E para que isso possa se concretizar, conte com a gente.

Possuímos a solução perfeita para o que você procura.

Acompanhe-nos no Facebook